Trekking sem bolhas nos pés

Por: Andreia Sun

Se você termina uma trilha com bolhas nos pés veja o que está fazendo errado (ou deixando de fazer) e encare o próximo percurso sem medo.

bolha

1) Prepare seus pés!

Não exponha seus pés a riscos ou grandes esforços nos dias que antecedam o percurso. Procure hidratá-los com cremes apropriados e esfoliantes. Mulheres: não tirem cutícula funda, pois a fricção do calçado durante a caminhada pode colaborar para o surgimento de feridas próximas à unha.

2) Assepsia – meu pé meu querido pé!

Tão importante quanto a higiene corporal, a assepsia dos pés é fundamental para evitar o surgimento de fungos e micoses que prejudicam a “respiração” dos pés e, associados ao surgimento de bolhas, prejudicam ainda mais a saúde e o conforto dos pés. Antes de colocar o calçado, lave e seque bem os pés e os dedos e utilize um desodorante apropriado.

3) Que desodorante usar?

Prefira os desodorantes na versão spray. Aqueles que são vendidos em pó viram uma espécie de, digamos, “barro” no seu pé, provocam a umidade e causam instabilidade, já que seu pé vai ficar escorregando dentro do calçado.

4) Meias

Meias de algodão definitivamente não são as mais indicadas para percorrer longas trilhas. A transpiração dos pés encharcam as meias e a umidade em constante contato com a pele vai fazer com que ela se desloque e solte, causando as bolhas. Prefira meias sintéticas ou de lã.

5) Calçar o que?

Nem sempre aquele tênis confortável que você usa na academia é o mais adequado para a prática de trekking. Principalmente quando o percurso é longo e irregular, as botas oferecem mais conforto e estabilidade para os tornozelos. Além disso, a maioria das botas para a prática de trekking possuem a característica de serem impermeáveis, o que evita que seus pés fiquem úmidos e possam respirar.

6)  E o tamanho?

O tamanho da bota também contribui para o aparecimento de bolhas. Escolha uma bota que não fique nem apertada nem larga. E se você nunca teve uma bota trekking, não faça sua primeira compra pela internet. Vá a uma loja, experimente o calçado e percorra todos dos cantos do estabelecimento. Seus dedos não podem ficar comprimidos nem “dançando” dentro do calçado. Lembre-se também que seus pés vão inchar durante a andança.

7) Independente do calçado, vai dar bolha!

Se você conhece seus pés e sabe que de qualquer maneira vai aparecer uma bolha naquele dedo, providencie uma proteção. Cubra a região com band-aind e faça um leve revestimento com esparadrapo.

8) Mas serão dias de caminhada…

Seus pés precisam respirar. Se sua caminhada for longa, aproveite cada parada de descanso para retirar o calçado e deixar os pés tomarem um ar. Se possível, refaça a assepsia e a proteção com band-aid e esparadrapo e troque as meias diariamente.

3 comentários em “Trekking sem bolhas nos pés

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s